Carreira

Como é a entrevista de emprego em Análise e Ciência de Dados?

POR
Fernando Itano

A entrevista é uma das fases que acelera o coração de muitas pessoas no processo seletivo. Não por acaso, o candidato fica frente a frente com recrutador e tem pouco tempo para mostrar o potencial. Percebemos que vários profissionais da área de Dados tem muitas dúvidas a respeito dos processos seletivos nas empresas. Pensando nisso, vamos mostrar como é o passo a passo desta seleção. 

Primeiro tenha em mente que qualquer pessoa, de qualquer área, pode construir uma carreira na área de Dados. É possível atuar em Dados sem certificado, sim! Já publicamos sobre o mito da certificação aqui. O mercado é extremamente deficitário de profissionais desta área, há uma grande demanda, entretanto, poucos são capacitados para realmente agregar valor à empresa. 

Segundo saiba que o mercado de Dados tem grande urgência para a prática, e não para a teoria. Isto é, desenvolver soluções e gerar resultados para a empresa é mais relevante do que conhecer apenas ferramentas de Dados. Por exemplo, se você é um profissional da área acadêmica e está em transição para o mercado de trabalho deve focar em resolução de cases.

Terceiro o processo seletivo na área de dados ocorre basicamente em três etapas: 

  • 1º - Entrevista com o RH
  • 2º - Entrevista técnica com o gestor da vaga 
  • 3º - Resolução de case 

Vale ressaltar que estas etapas podem variar de acordo com a cultura organizacional e processo de cada empresa. Mas, geralmente essas três são as mais recorrentes no processo seletivo. 

E como são essas etapas? 

Entrevista com RH

Em todas as etapas sempre considere as dicas para uma boa entrevista de emprego, como transmitir confiança, responder de forma objetiva, ser sincero e atentar à comunicação. É cada vez mais comum nos processos seletivos o uso de ferramentas digitais, produção de vídeo e testes de personalidade. Não se limita apenas ao conhecimento e as habilidades.  

Além disso, para o profissional de Ciência de Dados um dos diferenciais é conseguir detectar oportunidades de projetos em Dados. É importante demonstrar proatividade, tenha iniciativa para conversar com as áreas da empresa para identificar o problema, analisar e criar um plano de ação para solucionar esses problemas. E, assim, gerar mais negócios, diminuir custos, aumentar a receita, enfim, causar impacto positivo e relevante na organização.

Entrevista técnica 

Após o processo com o RH, vem a entrevista técnica com o gestor da vaga. Ou seja, o coordenador ou gerente de Dados da empresa. 

Nesta etapa o gestor vai questionar sobre o seu processo de formação em Dados, quais as experiências profissionais, valor quantificado dos projetos desenvolvidos, se é um profissional com viés para análise ou programação e avaliação do portfólio. 

Para os profissionais de dados, uma dica para apresentar o portfólio é utilizar a plataforma online GitHub. É como se fosse uma “rede social” dos programadores para “postar” todos os códigos, com isso, todos os projetos ficam disponíveis e salvos no repositório para visualização. 

Além disso, o gestor fará perguntas técnicas ao candidato. É aqui que você vai mostrar o seu grande diferencial dos demais, se realmente domina as técnicas de Dados. Para facilitar, elencamos as 10 perguntas mais comuns nesta fase.

TOP 10 perguntas técnicas na entrevista para Ciência de Dados

  1. Como um modelo é treinado/ajustado? Descreva em detalhes, inclusive com as equações matemáticas. 
  2. Como é o processo de implantação de um modelo? 
  3. Como é o processo de acompanhamento de um modelo?
  4. Para que serve uma matriz de confusão? 
  5. O que são as métricas Precision, Recall e AUC ?
  6. Descreva as principais técnicas que resolvem os problemas de regressão e de classificação? 
  7. O que é overfitting e underfitting?  
  8. Como é o processo de validação cruzada? Como funciona? 
  9. Como você seleciona o melhor modelo dentre os vários modelos testados?  
  10. Como mensurar o valor de um projeto de Ciência de Dados?

Resolução de case 

Com a aprovação na entrevista técnica ocorre a terceira e a última etapa, que é a resolução de um case. Com base no dataset fornecido pela empresa recrutadora o candidato terá que mostrar soluções utilizando técnicas de Ciência de Dados. Após um determinado período irá apresentar a resolução do case para o gestor e, geralmente, demais gestores ou a própria equipe de Dados. 

Em suma, essa apresentação deve conter o objetivo, o processo de desenvolvimento e a conclusão do projeto. O tempo para apresentar e responder as perguntas dura cerca de 1h30. 

Por fim, termina o processo seletivo. Caso seja selecionado para a vaga, agora, o desafio é cuidar da sua integração à nova empresa. 

Lembre-se que os processos de seleção estão cada vez mais dinâmicos. Mais importante do que criar fórmulas ou receitas para entrevista, é conhecer o mercado de trabalho. Assim, você pode se adaptar a cada realidade. 

Quer melhorar o seu desempenho nos processos seletivos em Dados? 

Venha se desenvolver na Preditiva Analytics! Saiba mais sobre os nossos cursos aqui.

Fernando Itano
Bacharel em Estatística pelo IME-USP, com Especialização em Inteligência Artificial, Machine Learning, Redes Neurais e Algoritmos Genéticos pela POLI-USP. Possui mais de 16 anos de experiência desenvolvendo modelos para as áreas de Riscos, Jurídico, Prevenção a Fraudes, CRM e outros. Atuou também como Gerente de Ciência de Dados com foco em Inovação, MLOps e Governança de modelos.
Continue lendo...
Ciência de Dados: conheça a história da área
LER MAIS
Análise de dados: uma visão geral na atualidade
LER MAIS
Como os festivais de música usam Ciência de Dados para lucrar mais?
LER MAIS
Como definir Métricas e KPIs para avaliar o sucesso do seu projeto?
LER MAIS
Newsletter Preditiva
Inscreva-se e fique por dentro de tudo que acontece no mercado de análise de dados
Obrigado! Aguarde nossas notícias no e-mail escolhido.
Ops. Alguma coisa deu errado.